agosto 23, 2009

Admite-se

#
A reclamação feminina é de praxe. “Os melhores já têm dona.” - dizem por aí. E não é à toa que a mulherada hoje em dia já não respeita mais os relacionamentos alheios. Existe um mercado de especulação incrível nessa área justamente por se acreditar nessa máxima: os bons já estão acompanhados.

Não é uma regra, mas uma ideia difícil de ser quebrada. É como no mercado de trabalho. Profissional bom não é o que procura por emprego, mas aquele que já está empregado. As aparências enganam e a cobiça fomenta a oferta!

Conheço homens que fazem questão de estarem sempre namorando para não desvalorizar o passe, ainda que não gostem, ainda que a pessoa ao lado não valha a pena.

Estava aqui falando com um recém solteiro, que há três semanas terminou um namoro de quatro anos. Bem apessoado o moço até. E fiquei pensando. Porque não existem anúncios para isso? Algo como os tijolinhos de imóveis nos jornais. Já que os melhores têm dona, deveríamos ser avisadas tão pronto desocupassem a vaga, não é mesmo?

Imagine algo assim:


OPORTUNIDADE ÚNICA!!!
Recém desocupado, 30 anos, 1,90m, bem empregado. Perdizes, ótima localização! Único dono.

Não seria ótimo? O Facebook e agora o Orkut também vêm se esforçando para cumprir esse papel. “Fulano não está mais em um relacionamento sério”, informa ao lado de um coração partido a pequena revista eletrônica de fofocas da maior rede social do mundo.

No Orkut é preciso autorizar que as atualizações sejam reportadas para os amigos. Ainda sem esse recurso ativado, eu mesma passei pela experiência de ver chover gente na minha horta assim que o status “namorando” saiu do perfil.

É incrível! As pessoas estão realmente carentes e à procura de alguém especial. Duro é encontrar. Duro é ser compatível. Talvez com uma dinâmica de grupo? Onde não há respostas certas, existe apenas um perfil desejado. Ou uma carta de recomendação? Seria um bom termômetro saber quantos ex eram capazes de recomendar a pessoa em questão. Você pediu demissão ou foi demitido? Foi você quem terminou ou foi o outro?

Homens e mulheres reclamam que está difícil namorar hoje. Eu acho que namorar está até fácil. Afinal, carne de vaca tem aos montes. Profissionais medíocres, que fazem picuinha, não se atualizam e tentam puxar o tapete de quem está bem. Homens desatentos, relaxados, mulherengos, folgados, pés-rapados. O mesmo serve para mulheres. Feias, ignorantes, descuidadas, vulgares, dependentes, folgadas, sem prendas, e por aí vai.

Assim como no mercado de trabalho, não faltam vagas, mas sim candidatos qualificados para preenchê-las. E tem outra, será que você está em condições de exigir alguma coisa?

Ofereça pouco e virão candidatos com poucos predicados responder a sua vaga. Tudo bem que quando a oferta é boa virão candidatos de todo o tipo, mas a chance de atrair alguém com o perfil de acordo é bem maior, basta separar o joio do trigo, e ficar com o trigo! Ao contrário das opções erradas que costumamos fazer.

Os bons não são necessariamente os que já tem dona, assim como não significa que os melhores profissionais são aqueles que já estão bem empregados. Tem muita gente boa penando atrás de uma oportunidade aí fora, e muita gente ruim ocupando vagas porque alguém ofereceu muito pouco, exigiu muito pouco e empregou o primeiro que viu.

Você quer qualquer um ocupando sua vaga? Você pagaria mais por um profissional medíocre apenas por que ele já estava empregado em outra empresa? Não? Então pense muito bem antes de partir nesse garimpo.

E já que o clima é de seleção, para encerrar o assunto aí vai o questionário padrão a ser feito antes de começar a sair com alguém, recomendado pela minha desenhista de tirinhas favorita, Maitena.

Perguntas que seria conveniente fazer a um cara antes de começar um caso com ele:

1) Estado civil........................Por quê?

2) Trabalha? Gosta?

3) Onde vive e com quem?

4) Bebe?
( ) Sim
( ) Não
O quê?
Quanto?
Quando?

5)Tem amigos?
( ) Menos de um
( ) Alguns
( ) Mais de 400

6) É conversador?
( ) Muito
( ) Pouco
( ) Nada
( ) Não responde

7) É carinhoso?
( ) O tempo todo
( ) Às vezes
( ) Nunca
( ) Nem pensar

8) É psicanalizado?
( ) Sim
( ) Não
( ) Vai começar logo
( ) Nem com um revólver na cabeça

9) Se cuida com relação a
( ) Peso
( ) Sexo
( ) Outros

10) Tem irmãs?
( ) Sim
( ) Não

11) E cachorro?
( ) Sim
( ) Não

12) Tem habilidade manual?
( ) Consertos domésticos
( ) Inclinações artísticas
( ) Outras
( ) Nenhuma

13) Gosta de futebol?
( ) Sim
( ) Não

14) E de dançar?
( ) Sim
( ) Não

15) É acusado de alguma dessas coisas?
( ) Pão-duro
( ) Chato
( ) Babão
( ) Egoísta
( ) Ordinário
( ) Covarde
( ) Machista
( ) Psicopata
( ) Porco
( ) Desajeitado

12 comentários:

Everton disse...

Muito bom ver que voltou a escrever. Só faltou dares a tabela de pontos referentes ao questionário. Será que passei?!

Paula Pereira disse...

Hehehe o questionário é mais irônico do que qualquer coisa. A pontuação vai de pessoa a pessoa. A Maitena não deu gabarito, eu também não poderia dar kkk

fouchy disse...

Putz, um gabarito cairia muito bem.. Tu podes então dizer o que ganha potno e o que não ganha.
Olha, achei muito bacana o post, mesmo cruzando duas coisas que não tem nada em comum entre si, o trabalho e o amor. rsrsrs
Preciso rever meus conceitos..
Beijo guria.

Paula Pereira disse...

Guiii! Tá meio claro o que ganha ponto e o que não ganha. Os extremos são ruins, todos aqueles adjetivos no final são ruins... e tem coisas que eu não faço a mínima do porque que estão ali. Deve ser um julgamento mais subjetivo o fato de ter ou não irmãs e cachorro kkk Enfim, coisas da Maitena. As minhas estão no texto acima hehehehe Se quiser acho a montar teu anúncio-tijolinho.. ademais está fora do meu alcance kkk Bjs

Revisora do P... disse...

Na verdade acho que não é difícil não é encontar, o problema é que podemos estar procurando no lugar errado. Acho que devemos fazer um questionário sobre onde encontrar as pessoas com nosso perfil e ir à luta!!!

Paula Pereira disse...

Tem essa também... o procurar no lugar errado. Agora publicar um questionário aí eu já não sei se é uma boa ideia. Abre informação demais para a concorrencia kkk

Nome: Gabi disse...

Sou totalmente a favor dos classificados e, principalmente, das referências. Se a(o) ex for madura(o), vai poder dizer se a coisa terminou porque pessoa era realmente imprestável ou se é porque os dois é que não combinavam - e aí, quem sabe não é contigo que ele combina?

Paula Pereira disse...

Gabi, parafraseando a Charlotte em certo episódio de Sex and the City "o lixo de uma pode ser o príncipe de outra" kkkk E viva a reciclagem! hahahaha

Marinês Walcher disse...

Muuuuuito Boooommmmmm! Adorei. Ok, confesso que fiquei pensando nos tais "tijolinhos" hehehe Nada mal hein? "Ótima localização" ahuahahua...

Anônimo disse...

Nao costumo visitar blog`s, mas navegando pela nét cheguei ao seu e adorei...rí muito...acho q passarei a ser blogueira de plantao kkkk
Abracos e parabéns! Muito bom.

PS, os erros de portugues e acentuacao nao sao meus e sim do teclado viu! rsrs

Paula disse...

Valeu pelo carinho, galera! Mari, pra quem já leu muitos tijolinhos imobiliários, estamos beeem familiaridas com a linguagem, hehehehe

Sidney disse...

Sobre homens tão desejados, "perfeitos" assim o o do anúncio,costumo fzr a seguinte pergunta às mulheres: "você está à altura desse homem?"

Algumas amigas acharam interessante e pertinente a pergunta. Muito se cobra de alguns homens que não merecedores da "mulher ideal". E algumas mulheres, elas são merecedoras desse homem "ideal"?

Existem muitas mulheres exigentes,que se comportam como a última "bolacha do pacote", mas que não se "olham no espelho", que em determinadas situações são tão "imperfeitas" quanto os homens "imperfeitos" que essas mesmas mulheres criticam. E neste caso as tais "imperfeições" nada tem a ver com questões físicas, é bom deixar claro.